segunda-feira, 14 de julho de 2014

Sobre bruxas e beleza


Uma coisa que me incomoda é ver bruxaria sendo hiperexplorada como fetiche ou um lance de moda e estética em ensaios fotográficos. Não por isso, eu até curto umas fotos bonitas com essa temática, acho artística, criativa e até magicamente inspirador, mas acho que o que mais me incomoda é que parece que só moças jovens, magras e brancas são usadas como representações de "bruxas". Sim, tumblr, eu estou falando de você!

Que padrões de beleza têm efeitos devastadores em mulheres não é nenhuma novidade. Acho que todas nós crescemos, em algum grau, atribuindo nosso valor pessoal à nossa aparência e beleza física. Muito disso é a fonte de nossas depressões, inseguranças, medos e sentimento de impotência e vulnerabilidade. Sempre vendo nosso corpo como inimigo, como fonte de sofrimento.

A imposição de padrões de beleza sobre a população feminina tem muito a ver com o controle e domesticação de nosso poder. Uma população feminina ligeiramente enlouquecida com a obsessão por beleza e magreza é mais frágil e controlável. É uma prisão invisível que suga nossas forças, nossa alegria, nossa vida. Estamos sempre preocupadas com sermos bonitas, com fazer a manutenção diária desta beleza, gastando nosso tempo, energia e dinheiro, muitas vezes tornando-nos doentes por conta disto (desenvolvendo transtornos alimentares, depressão, obsessão por dietas). A maioria das mulheres está o tempo todo preocupada, de alguma forma, com sua aparência, seu peso, sua juventude, quase dedicando suas vidas a permanecerem "belas". E essa é uma forma de controle efetiva e cruel. Enquanto estamos nos extenuando com essas questões, durante toda a vida, deixamos de exercer nossa criatividade, de nos relacionarmos saudavelmente, de explorarmos nossos prazeres, de realizarmos nossos projetos seja lá quais forem, de vivermos plenamente. O que estamos sacrificando por isso?

E o que isso tem a ver com bruxaria? Muito. Historicamente o poder feminino é temido, e a opressão sobre mulheres vem paralelamente à devastação e dominação da natureza. As bruxas foram queimadas por serem mulheres e por serem vistas como uma ameaça a um poder supremo, que deveria ser eliminada. Bruxas são mulheres inadequadas, vivas, desafiadoras do poder patriarcal. Bruxaria tem a ver com nos sentirmos confortáveis em nossos corpos, que comungam com os elementos, são fontes de prazer, instrumentos de nossas artes, através dos quais nos manifestamos neste mundo e experienciamos a existência. Como os outros animais, que não se importam com como parecem, apenas vivem em seus corpos e são o que são. Bruxaria é sobre nossa natureza selvagem, sobre liberdade, sobre alegria, comunhão com a natureza como parte de nós e não como algo alheio a nós a ser dominado e controlado. Bruxas não têm o dever de serem bibelôs, lindas ou agradáveis a olhares alheios (que não sabem reconhecer a beleza no que é indomesticado). Mulher alguma tem. Mulher alguma deve beleza ao mundo. Se nos enfeitarmos que não seja por medo ou subordinação, e sim por diversão e para expressarmos nossas personalidades. Que cuidemos de nossos corpos por carinho e não por penitência.

É claro que não é fácil se libertar dessas amarras que nos foram impostas, e talvez seja um trabalho de uma vida inteira. Mas acredito que é a direção certa a seguir se quisermos entrar em contato com nossa própria fonte de poder e alegria inesgotáveis.

terça-feira, 1 de julho de 2014

Arco-írises

Arco-íris é definitivamente uma magia condensada no mundo natural. Uma magia enxergável, que você absorve com os olhos e sorve com a alma e te ilumina e colore por dentro.

Tinha duas coisas pelo que eu era fascinada quando criança: cristais e arco-íris. Melhor ainda se estivessem juntos. Acho que já falei disso outras vezes... a iridescência nas pequenas asas de insetos, ou minúsculos arco-íris dentro de cristais de quartzo.

Uma vez um Exu Caveira me falou que eu gosto de usar preto por fora, mas por dentro eu tinha um arco-íris no coração, e era dele que eu devia extrair minha força.
Foi uma das coisas mais bonitas e importantes que já me disseram.

Ver um arco-íris se formar no céu sempre me passa um sentimento de que, apesar de tudo, está tudo bem. De que existe beleza no mundo. As cores acariciam a alma, doces, suaves e alegres.

Andei fazendo alguns arco-íris com aquarela. É delicioso.

Descobri tarde demais que o papel que utilizei pra esse desenho não era adequado pra aquarela, pois absorvia a água rápido demais, por isso as cores não se mesclaram muito bem!

Esse já é antiguinho, mas eu não lembro de ter postado aqui no blog antes, e já que tem arco-íris resolvi incluir. =)

Fotografei da minha janela.

Real Time Web Analytics