terça-feira, 18 de março de 2014

Mariposa e suas amigas

Da viagem que fiz no feriado trouxe algumas lembrancinhas da natureza que encontrei tanto no mato quanto na cidade.


Aqui o destaque é pra esta mariposona do centro, que foi a maior surpresa: eu encontrei na entrada de um shopping! É um verdadeiro tesouro, mesmo estando com as asas um pouco danificadas. Mas o mais supreendente é que, segundo pesquisei, esta se trata de uma mariposa Attacus atlas, e segundo a Wikipedia, ela deveria ser encontrada somente na Ásia e além disso, supostamente, é rara. No entanto, já ouvi de 2 amigas diferentes que disseram ter visto (e fotografado) esta mariposa por aqui...


A mariposa Atlas é considerada a maior do mundo (pelo menos em termos de área total das asas, pois em se tratando de envergadura, ela é superada pela mariposa-imperador), com envergadura de 25-30 cm. Só que esta que eu encontrei tem apenas 16 cm de envergadura... Será que existe uma variação tão grande no tamanho dos espécimes? Eu achava que borboletas e mariposas de uma mesma espécie sempre teriam mais ou menos o mesmo tamanho... vai entender!

EDIT: Muito tempo depois - hoje, dia 19 de maio de 2015 - descobri que essa mariposa não é uma Atlas! E sim, uma Rothschildia aurota. Ela me parece bem semelhante nos desenhos, porém, é menor e, essa sim, é encontrada nessa região! Está explicado! Desculpem a confusão! =)

* * *
A mariposinha que parece folha seca, na parte de baixo da foto, eu não pesquisei qual é, mas também encontrei no shopping (estava um verdadeiro cemitério de mariposas por lá) - juntamente com as marronzinhas e aquelas pequeninas e brancas, que têm asas peroladas e um rabicho de vassoura. Tirei fotos em close destas porque gosto muito de coisas furta-cor:

A borboleta amarela, a vespa enorme e aquele capacete de besouro encontrei em trilhas no mato, juntamente com a pena, que é preta-amarronzada com sutis reflexos azulados.

Onde estive (que era numa área de camping em Analândia - SP, pra quem estiver curioso!) também havia muitas daquelas borboletas Morpho, que são azuis por cima e marronzinhas com "olhinhos" embaixo. Eram enormes e era lindo vê-las flutuando por lá, com o azul metálico brilhando ao sol. Não sei exatamente de que espécie eram, e infelizmente só consegui fotografar uma que estava pousada, com as asas fechadas:


(é claro que varri toda a área com os olhos em busca de uma destas morta pra eu poder trazer comigo, mas não foi desta vez...)

7 comentários:

  1. Onde você guarda seus bichinhos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu guardo numa caixinha mesmo, com um pedacinho de cânfora, ou dentro de envelopinhos plásticos... mas preciso arrumar um jeito melhor de guardá-los, hehe!

      Excluir
  2. Que incrível! Quais são as possibilidades de alguém encontrar uma mariposa atlas no Brasil? hahaha
    Quanto a borboleta azul, olhando por cima, achei que fosse uma Caligo Beltrao, mas as cores e o desenho de olhos eram diferentes. Eu dei uma pesquisadinha e descobri que o nome cientifico dela é Morpho Peleides! O Município onde moro é mais ou menos perto de Analândia, mas nunca vejo borboletas assim por aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas tem bastante mato aí onde vc mora? Eu tenho a impressão que essas azuis ficam mais onde tem bosques e mato mesmo, na cidade é bem difícil de ver...

      Excluir
  3. Oi Carol,
    Também tenho uma pequena coleção de borboletas e mariposas que acho mortas aqui em casa (moro em um lugar parecido com um bosque). Mas percebi que as asinhas têm soltado pó, que são as escamas das quais elas são feitas. Fiquei com medo de elas estarem se desfazendo e ficarem muito danificadas. Você tem alguma forma de evitar que isso aconteça? Não consigo encontrar muita coisa na internet :((

    ResponderExcluir
  4. Há uns dois meses encontrei uma dessas borboletinhas peroladas. Na mesma hora me lembrei de você. Estava na escola, logo de manhãzinha e, antes do primeiro sinal bater, vi uma rastejando ao lado de uma de minhas amiga e peguei-a para colocá-la num lugar segura, porém haveria uma prova logo em seguida e acabei levando-a comigo para não deixá-la lá. Estava morrendo de medo de ela ser pisoteada. Infelizmente, ela caiu da minha carteira e, não sei como, faleceu durante minha prova de matemática. Ainda a tenho guardada comigo. Ela me traz tanta paz...

    ResponderExcluir
  5. Fiquei impressionada, encontrei uma quase idêntica, também na entrada de um Shopping no dia 18/03 (dia da postagem) só que em 2016... caramba!

    ResponderExcluir

Real Time Web Analytics