domingo, 3 de novembro de 2013

In Memoriam

Vi um cara chutando um ratinho pro meio-fio. De longe não consegui entender direito o que tava acontecendo e o que ele tava chutando, mas quando percebi o que era já era tarde demais. Era, provavelmente, um comerciante que não queria aquele "lixo" na calçada da frente do seu estabelecimento. Chutou o ratinho e algumas laranjas. O ratinho me parecia vivo, mas quando cheguei perto, já não estava mais. Não consegui reagir nem nada, com os fones de ouvido não ouvi se o cara disse alguma coisa quando peguei o ratinho pelo rabo e levei comigo até encontrar um canteiro de plantas com uma árvore, e deixei ali.
É muito chocante ver uma coisa viva sendo tratada como se fosse nada.
Quis então fazer um desenho em homenagem a esse ratinho.
As margaridas simbolizam inocência.

4 comentários:

  1. Infelizmente, muitas pessoas não tem empatia com os animais. =/

    ResponderExcluir
  2. As pessoas vem tomando cada vez mais o espaço dos animais e ainda se acham no direito de mata-los quando se sentem incomodados. O ser humano tem que aprender a se colocar em seu espaço na natureza e parar de se ver acima dela. Todos os animais, por menor que sejam, tem uma função muito importante no meio natural, e nós temos que respeitar isso. Ontem mesmo, eu encontrei uma lagarta de palmeira formando um casulo num cantinho bem discreto da cozinha e pedi que a minha mãe não arrancasse ela de lá, por que logo se tornaria uma mariposa e iria embora por conta própria. Na hora, eu até pensei que ela fosse me ouvir, mas ela é teimosa e esperou que eu saísse de perto para arranca-la de lá, por um motivo absolutamente irrelevante. Nojo.
    É triste ver as pessoas tratando os animais assim, acabando com eles por motivos tão fúteis. Pior ainda é quando essas situações acontecem dentro de casa e não se consegue fazer nada à respeito.

    ResponderExcluir
  3. Acho que essa música tem tudo a ver com esse post e com o comentário do Matheus: Omnia - I don't speak human http://www.youtube.com/watch?v=bLZ_Zy1VhMI

    ResponderExcluir
  4. Poxa, eu fico feliz de ver que não estou tão sozinha pensando assim. Todo animal sofrendo, ou machucado, eu me sinto doando um pouco da minha alma pra eles, quando eu não posso ajudá-los, eu fico pensando "ao menos alguém vai lembrar de você, criaturinha", eu fico olhando, mandando energia positiva ou sei lá como eu posso chamar isso o que eu sinto. Não consigo fazer mal nem a uma formiguinha, não consigo mensurar a dor que eu sinto pela dor das criaturas. O que eu posso fazer eu faço, já até me joguei na frente de um carro pra salvar um gatinho huahuahu. Enfim, essa arte fez meu dia, não epenas pela qualidade, mas pelo que ela representou pra mim. =)

    ResponderExcluir

Real Time Web Analytics