sexta-feira, 22 de julho de 2011

Sonho de hoje: crânios encantados

Os sonhos acontecem num ambiente estranho da consciência, em que certas informações fazem sentido apenas ali. A mente consciente, depois que desperta, não consegue mais decodificar essas informações. Então, traduz como "algo que parecia chifres, mas não era bem isso"...

É que havia algo que parecia chifres, na cabeça de "alguém", no meu sonho, mas não era bem isso. Só que no sonho eu sabia o que era, e fazia sentido.

Às vezes eu sonho com o colégio, e geralmente não é muito legal, porque eu pensava que havia acabado e aí descubro que ainda tenho aulas. Eu sempre acabo me revoltando e saindo voando pela janela.

Aí hoje, quando eu saí voando, eu fui pra um pequeno bosque com árvores altas que ficava logo do lado do colégio. Não tinha grama, apenas terra. Remexi na terra e encontrei pequenos crânios, de algum animal desconhecido, mas que pensei poder ser de algum tipo de esquilinho. Percebi que na verdade havia MUITOS daqueles pequenos crânios na terra. Às vezes, eles se pareciam desagradavelmente com diminutos crânios humanos, e deduzi que podiam pertencer a pequenos macaquinhos.

Encontrei um crâniozinho ainda com carne grudada, cheio de formigas. Este falou alguma coisa para um outro crânio, que já estava limpo, comentando ou reclamando de alguma coisa. Eu olhava.

Em certo momento, prestei mais atenção aos pequenos crânios, e percebi que eles tinham algo que parecia raízes ou pequenos tentáculos onde seria o "focinho". Achei bem esquisito.
Peguei alguns poucos crânios, uns dois ou três destes pequeninos, e uns maiores e estranhos que encontrei - que apesar de grandes, eu conseguia segurá-los todos na palma de uma mão fechada.

Tomei banho num chuveiro, segurando ainda todos os crânios dentro da minha mão esquerda fechada. Quando saí, já estava em casa. Decidi lavar os crânios na água da torneira, pois estavam cheios de terra. Lavei um por um, observando sua cor ficar mais clara, e à medida que eles ficavam limpos, eles também iam se tornando mais simpáticos comigo (antes eles estavam um pouco hostis). Acho que é porque estavam se sentindo cuidados. Lavei-os por fora e por dentro.

Coloquei-os todos sobre minha mesa, para tirar fotos.

Havia este grande crânio, que parecia ao mesmo tempo uma máscara tiki, pois era meio quadrado e plano. Não tinha uma expressão muito agradável, e de alguma forma, ainda havia algum tipo de consciência nele. Acho que havia consciência em todos eles, estavam vivos de certa maneira. Eles pertenciam a seres encantados.

Comecei a conversar com eles, enquanto tirava fotos, para amansá-los e tranquilizá-los (pois eles ainda me assustavam um pouco). Havia vários crânios diferentes, e também umas espécies de "estatuetas" destes seres. Notei que eles começaram a fazer poses e caras diferentes, apenas visíveis na tela da câmera digital, quando eu batia a foto. Ficavam cada vez mais simpáticos e amigáveis comigo, e eu me alegrei. Fiquei batendo várias fotos, e cada vez a foto saía, sobrenaturalmente, com eles fazendo algo diferente, em resposta ao que eu falava.

Eu tinha também uns cartões com desenhos de fadas, daquelas bem marotas, em grupo, brincando entre plantas. Tinham várias formas e tipos. Também as fotografei, observando-as fazerem caretas, virando o rosto, mudando de pose, cada vez que batia a foto.

Eu mal podia esperar para mostrar as fotos para alguém, mostrando como todas aquelas coisas estavam vivas.

8 comentários:

  1. O primeiro é um mindflayer. Há!

    ResponderExcluir
  2. Que sonho mais legal! Dava pra fazer até um filme ou algum curta de animação.^ ^

    ResponderExcluir
  3. Queria muito ter sonhos que nem os seus... Eles parecem tão divertidos :D
    Os meus são sempre eu fazendo as mesmas coisas do meu dia a dia, levantando, tomando café, indo pra aula...

    ResponderExcluir
  4. Queria muito ter sonhos que nem os seus... Eles parecem tão divertidos :D
    Os meus são sempre eu fazendo as mesmas coisas do meu dia a dia, levantando, tomando café, indo pra aula...

    ResponderExcluir
  5. Você achou um crânio de [mini] cthulhu! 8D

    ResponderExcluir
  6. Caramba te conheço da comunidade Magia do Caos, e por algum processo estranho onde o navegador começou a estalar, veio parar nessa página. Rsssssssssss... Isso é muito legal, além do quê estou sendo sempre perseguido pelas mariposas. Abraços!!

    Trigo.

    Tb comecei um blog mês passado, te passo o link.

    http://totalidadedoser.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Concordo com o Rodrigo_Marques que daria uma ótima animação! Seria muito legal se vc pensasse na idéia, talvez um stop motion ou ainda algo como as imagens sendo mostradas e a história sendo narrada enquanto isso - formando um vídeo fofo tb.
    Sobre o 1º crânio, ele me lembra um Devorador de Mentes, criatura de Dungeons & Dragons. Imagino que conhecer ele possa te inspirar de alguma forma também, é visualmente muito interessante.

    Parabéns pelos trabalhos, admiro bastante as coisas que vc faz e a maneira como vc as coloca.

    ResponderExcluir

Real Time Web Analytics