quinta-feira, 7 de julho de 2011

Os Olhos do Sol

Esta manhã tive um estranhíssimo pesadelo.

Acordei muito assustada, exatamente às 6h da manhã.

Eu estava com dois amigos em algum lugar perto do mar. Estava anoitecendo. Havia morros, montanhas, uma cidade, na direção em que o Sol havia se posto, à minha direita; silhuetas negras contra o céu avermelhado. À frente, estava o mar, quase invisível na escuridão.

Havia nuvens douradas no céu. Em algumas partes, elas tomavam forma de nuvens mammatus, muito bonitas. Havia também dois pedaços de arco-íris noturnos, sobrevivendo ao anoitecer.

Fui pegar minha câmera fotográfica para tirar fotos daquela linda cena. Mas algo me interrompeu enquanto eu fotografava. Vislumbrei de repente um disco de luz refletido em algo, e um de meus amigos gritou. Me virei, e foi quando eu vi.

No horizonte, o Sol brilhava. Ele já devia ter se posto, mas estava ali, brilhante demais para sua posição poente, no ponto cardeal errado. Apenas metade dele estava acima do horizonte, e dois olhos circulares brilhavam como olhos de gato, como se espiasse por cima de um muro. Ele projetava uma faixa de luz direta e linearmente sobre nós, na horizontal, como se estivesse no mesmo nível que nós, na superfície terrestre. Era como se ele olhasse diretamente para nós, e foi isso que um dos meninos gritou: "está olhando diretamente para nós, derramando suas lágrimas (de luz)".

Foi a coisa mais aterrorizante que já vi e senti. Não havia para onde ir, não havia como fugir do olhar do Sol. Me joguei no chão, cobrindo-me com as mãos, fechando os olhos, em pânico total. Estarmos exatamente na linha do olhar do Sol enquanto ele se punha era uma infeliz coincidência, que permitiu que enxergássemos seus olhos geralmente invisíveis, assim como só é possível enxergar o reflexo dos olhos do gato dependendo do ângulo de incidência da luz e de onde se olha. Só era possível enxergar os olhos do Sol naquele momento porque eles estavam exata e diretamente apontados em nossa direção.

Eu queria fugir, gritei por ajuda. A luz do olhar do Sol continuava sobre mim, eu via a forte luminosidade mesmo através das pálpebras fechadas. Pressentia que meus amigos tentavam de aproximar, em meio a toda aquela luz, mas muito amedrontados.

Não lembro como a cena terminou. Só sei que acordei extremamente aterrorizada e demorei um bom tempo para conseguir dormir. Por sorte, já estava amanhecendo.

Quando acordei, pareceu-me que eu conhecia uma imagem que me remetia ao que eu havia visto no sonho. Na minha mente, era uma pintura de um disco solar com rosto, e grandes olhos redondos. Levantei imediatamente para pesquisar no meu arquivo de imagens. Era esta aqui:

É de um artista polonês chamado Zdzislaw Beksinski, conhecido por suas paisagens fantásticas de pesadelos pós-apocalípticos. Não é exatamente semelhante ao meu sonho, mas transmite quase a mesma sensação de terror, de ver grandes olhos fantasmagóricos de algum astro gigantesco direcionados diretamente a você.

9 comentários:

  1. Lendo, imaginei uma cena à la Neil Gaiman em Deuses Americanos ou Sandman: Hórus, esquecido Deus do Sol, morrendo, agoniado e só, lançando as lágrimas de luz pela última vez sobre o firmamento. A morte de um Deus antigo é uma coisa aterrorizante e triste...
    (Desculpe se exagerei na descrição, mas foi a impressão que tive ao ler o sonho)

    ResponderExcluir
  2. nó, me lembrou as máscaras do chrono cross *_* #nerd

    ResponderExcluir
  3. Nossa, eu também ficaria muito aterrorizada... que medo!

    ResponderExcluir
  4. Muito louco fadinha.Mas por que o medo do sol te observando?Seria uma mal estar por estar sendo vigiada, escolhida?

    Toda essa luz que invade tudo e nos deixam cegos me lembrou cenas de abdução.

    Poxa, faz tempo que não sonho coisas assim.Meu último sonho eu estava em um restaurante que ficava bem em cima de um prédio, no meio do céu escuro,e lá tinha pratos de massa de cinco reais ou de 100 MIL! Hahahaha

    Mas nada apocalíptico, e quando tem eu me divirto HAhahha

    té+++

    ResponderExcluir
  5. Acho que compreendo o seu pavor o.o

    ResponderExcluir
  6. I wish you sweeter nights and dreams !
    Greetings from France,

    Pierre

    ResponderExcluir
  7. Me lembrou de uns sonhos q tenho as vezes, eu olho pra o céu e a lua está enorme, muuuito maior do que o normal. Morro de medo, ñ sei por que o.o Tenho muitos sonhos com o céu...

    ResponderExcluir
  8. Você sonhou com o cosmico, e se você ficasse la naquele sonho veria seu verdadeiro medo de perder a sua vida e o nossso planeta...

    ResponderExcluir
  9. Você é tão lúdica que desperta meu lúdico com uma força impressionante!

    ResponderExcluir

Real Time Web Analytics