segunda-feira, 18 de julho de 2011

Fadinha Verde

Não sei se já tinha postado aqui no blog, mas uma vez eu desenhei essas fadinhas gordinhas:

Eu estava cansada de ver fadas magrelinhas e etéreas e queria fadas mais terrenas, com as quais eu pudesse me identificar mais. Aí fiz essas fadinhas com corpinhos um pouco mais rechonchudos (e muito felizes assim). Sempre recebo comentários muito positivos por elas. Um dos que mais me marcou foi:

"Obrigada por retratar alguém com o meu tipo de corpo como sendo bonita."

Bom, aí eu peguei uma delas pra pintar (digitalmente, no Photoshop), e tá aí o resultado. E como eu gostei da idéia e tô muito feliz por ter aprendido a fazer isso, fiz um gif animado mostrando a progressão da pintura:

E com certeza eu pintarei as outras duas fadinhas gordinhas. E farei outras. Gordinhas, magrinhas, de várias cores, e tudo. Fadinhas, como mulheres, vêm em todas as formas e tamanhos.

* * *
E falando em mulheres e fadas, Brian Froud (meu artista de fadas favorito) fala lindamente das mulheres-fada (tradução minha):

"Como reconhecer uma mulher fada? Bem, as que eu conheço têm uma beleza que brilha de dentro. Elas deixam de lado suas asas ou disfarces animais temporariamente, para parecerem humanas. A Inglaterra é uma terra de Fadas, e estas mulheres, um dia, habitaram os bosques para atrair e inspirar os homens. As Fadas da Velha Inglaterra - as Damas dos Lagos, as Damas Brancas que habitavam cachoeiras e lugares adoráveis, as donzelas que viviam nos Morros Ocos - todas eram guardiãs da sabedoria inata da própria terra. Todas elas possuíam o conhecimento da cura. O Rei Arthur foi levado para a Ilha de Avalon por sombrias Rainhas Fadas para ser curado de suas feridas mortais. Mulheres-fada emergem para nossas consciências de dentro da própria terra; seus corpos, como os morros, escondendo segredos, impulsos criativos; suas formas luminosas na luz da lua.

Ainda existem tais musas, mas agora você não precisa estar nos bosques para vê-las. Elas estão em todo lugar. Talvez todas as mulheres são parte fadas, pois que mulher pode negar seu sangue de fada quando os portais para sua própria terra são abertos; quando a lua cheia canta sua canção insistente; quando a tristeza e a paixão e a fúria pulsam em seu corpo nas fases da lua. É por isso que as mulheres são as escolhidas das Fadas, parte da alma vibrante, fluida e emocional do mundo, que traz ao mundo dos humanos os dons Feéricos do amor transformacional."

(Brian Froud)

18 comentários:

  1. Mais uma vez mandando muito bem na ilustração e na criatividade. Meus parabéns! Curti muito a idéia da gif mostrando o progresso da pintura. Continue assim e sempre melhorando!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns, amei e ficaram lindas! Sobretudo é tão refrescante ver a opulência das formas (vai ver se os homens não gostam... hehehe) nos teus desenhos e pintura. :)

    ResponderExcluir
  3. Que lindas Carol! Tb tive meu tempo de gordinha... 21kg a mais. Pode? O mundo era mais cruel pra mim nessa época, mais verdadeiro tb... Acho que prefiro os contos de fadas, enquanto os humanos não se corrigem... Aff! Lindo, lindo. É fantástico!

    ResponderExcluir
  4. Jura, Gab? Nem te imagino! Eu tbm já fui um pouco mais gordinha, com 10 kg a mais.
    O mundo é cruel com quem não se encaixa nas normas e padrões, especialmente mulheres. Vou fazer mais fadinhas com tipos de corpo diferentes do padrão =)

    ResponderExcluir
  5. Suas ilustrações são lindas, espero sermos sempre brindados com imagens tão graciosas (e cujas formas são muito dignas da nossa vida real, diga-se de passagem)!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. To amando sua fase produtiva!! Nem consigo escolher de qual gostei mais =)

    vc mesma faz os pincéis q usa?

    ResponderExcluir
  7. Eu tbm tô feliz em ter voltado a desenhar e estar produzindo bastante! Vamos ver quanto tempo isso dura, hehe!
    Fabi, eu não uso nenhum pincel especial... uso o redondinho mesmo e só! Vario apenas na dureza/suavidade, opacidade e tamanho...

    ResponderExcluir
  8. Amei as fadinhas gordinhas, nem to mais triste por ter ficado mais gordinha de uns tempos pra cá. Dá vontade de apertar essas fadas. :3
    Absurdamente lindos os seus desenhos, continue assim!

    ResponderExcluir
  9. linda carol! =D quero mto ver as outras qd estiverem prontas! o gif é demais, sua pintura digital é maravilhosa *-*

    ResponderExcluir
  10. Linda suas fadinhas, sempre gostei delas! Eu gosto muito de fadas, tem até uma amiga que diz que eu sou uma fadinha, me lembrei disso quando vi sua tradução a respeito de fadas, gosto demais, acho que as pessoas deveriam ter um pouco mais de magia, deveriam incorporar um pouco mais de beleza e sensibilidade em suas vidas. Talvez algumas pessoas que não veem sentido na vida pudesse achar algo de bom nela com pensamentos mais humanos, mais em contato com a natureza e com a verdadeira beleza. Parabéns Carol!! Beijo

    ResponderExcluir
  11. Eu acredito que a verdadeira beleza está na natureza. Não só na natureza tipo, florestas e bichos e estrelas, mas na nossa própria natureza. Quanto mais conhecemos, e reconhecemos, a nossa verdadeira natureza interior, mais livres e belos somos.

    ResponderExcluir
  12. Já tinha comentado no face mas, comento aqui também.
    Amei as fadinhas gordinhas *-* e as ilustrações são muito boas.
    Parabéns!

    Beijos =*

    ResponderExcluir
  13. Carol, tive que comentar. Adorei as fadas gordinhas. Nunca tinha imaginado e fiquei encantada. Lindo demais, meus parabéns.

    ResponderExcluir
  14. Muito lindinhas as fadas.

    Por falar nelas:
    http://www.dosisdiarias.com/2009/03/2009-03-16.html

    ResponderExcluir
  15. Outra fadinha verde:

    http://www.pbfcomics.com/?cid=PBF026-Butterflies.jpg

    ResponderExcluir
  16. Seu blog é liiiiindo! Transmite uma luz tão grande!

    ResponderExcluir

Real Time Web Analytics