segunda-feira, 27 de julho de 2009

Mariposa e a romã

Taí uma coisa que acontece sempre: quando eu verbalizo a falta de inspiração, o período acaba. O fato de eu falar no assunto deve colocar as forças de volta em movimento. Ou o fato de o período estar terminando é que me faz falar nele, e aí é como a pressão final que faz a rolha estourar e voar longe.
Acho que nunca vou saber a ordem desses fatores, mas o que importa é que é assim que acontece.

Cada desenho é uma jornada pra mim. Uma verdadeira viagem por meus próprios mundos, que vou descobrindo, e neles me encontrando. Por isso, evoluir na arte é ter mais ferramentas para me descobrir. É chegar mais perto de mim. Porém, provavelmente sem nunca tocar... como chegar cada vez mais perto do céu, e ao invés de chegar num fim, descobrir sempre ainda mais espaço, mais infinito, mais imensidão, mais estrelas.

3 comentários:

  1. Thank you for the kind words. It means a lot. You're work is really pretty and whimsical. Always keep challenging yourself.

    ResponderExcluir
  2. Carol, Qual programa você usa para fazer as pinturas??

    ResponderExcluir

Real Time Web Analytics